FANDOM


"Primeira" Legislatura Editar

15 de Abril de 2001

José Luiz Borrás eleito Primeiro-Ministro

Bruno Cava eleito Primeiro-Orador

Oradores: Vitor de Bourg, Waldir Reccanello, Bruno Cava, Leonardo Carrion, Igor Ravasco, Carlos Fraga, Luciana Faria


"Nova" Legislatura Editar

8 de Outubro de 2001

Oradores: Vítor de Bourg (Efate, Popular), Meri Alves (Efate, Sem Fronteiras), Yuri Ghenov (Efate, Coração Pasárgado), Guilherme Fernando (Inverness, Coração Pasárgado), Bruno Cava (Inverness, Coração Pasárgado), Luciana Andrade (Inverness, Sem Fronteiras), Sérgio Schuler (Espirito Santo, Popular), Carlos Fraga (Espirito Santo, Coração Pasárgado)

http://groups.yahoo.com/group/pas-parlamento-museu/message/969


3ª Legislatura Editar

7 de Julho de 2002

Yuri Ghenov (Efate), Vítor Almeida de Bourg (Efate), Leonardo Carrion (Icaria), Bruno Cava (Inverness)

Leonardo Carrion eleito PM

Bruno Cava eleito PO

http://groups.yahoo.com/group/pas-parlamento-museu/message/2072 http://groups.yahoo.com/group/pas-parlamento-museu/message/2073


4ª Legislatura Editar

???? A Quarta Legislatura passou desapercebida pelos relatores do Parlamento Pasargado. O periodo conturbado por que passava a nacao fez com que a Quarta Legislatura passasse para a historia como a "Legislatura Perdida".


5ª Legislatura Editar

3 de Dezembro de 2002

Yuri Ghenov (CorPas-Efaté), Manuela Gravina (CMP-Inverness) e Daniel Lunardi (CMP-Icária). - MANDATO DE DOZE MESES COM TÉRMINO PREVISTO EM 01 DE DEZEMBRO DE 2003.


Daniel Caires (CorPas-Efaté), Bruno Cava (CorPas-Inverness) e Peter Selke (CorPas-Icária). - MANDATO DE OITO MESES COM TÉRMINO PREVISTO EM 01 DE AGOSTO DE 2003.


Guilherme Pagel (CorPas-Inverness) e Cristiano Ritta (CorPas-Icária). - MANDATO DE QUATRO MESES COM TÉRMINO PREVISTO EM 01 DE ABRIL DE 2003.

http://groups.yahoo.com/group/pas-parlamento-museu/message/2519

6ª Legislatura Editar

2 de Abril de 2003

Oradores: Daniel Caires (Efate, CorPas), Thiago Arantes (Efate, CMP), Yuri Ghenov (Efate, CorPas), Bruno Cava (Inverness, CorPas), Filipe Depardier (Inverness, CorPas), Manuela Gravina (Inverness, CMP), Bernardo de Alvarenga (Icaria, CMP) e Peter Selke (Icaria, CorPas)

http://groups.yahoo.com/group/pas-parlamento-museu/message/2609

22 de Julho de 2003: rejeita a Lei de Defesa Excepcional da Democracia, de autoria do Primeiro-Ministro Bruno Cava, e considerada por muitos autoritaria e militarista.

7a Legislatura Editar

Ago/2003 - Dez/2003 http://groups.yahoo.com/group/pas-parlamento-museu/message/2832

8 de Agosto de 2003: Jose Paulo Siqueira (CorPas) consolida do poder da Coracao Pasargado e e' eleito Primeiro-Orador com 6 votos (Bruno Cava, Jose Paulo Siqueira, Andresa Deoclidia, Daniel Caires, Felipe Salles, Yuri Ghenov), derrotando Bernardo de Alvarenga (CMP) com 2 votos (Daniel Lunardi, Bernardo de Alvarenga).

No mesmo dia, Bruno Cava (CorPas) tem sua re-eleicao para Primeiro-Ministro aprovada por por 6 votos favoraveis (Bruno Cava, Jose Paulo Siqueira, Andresa Deoclidia, Daniel Caires, Felipe Salles, Yuri Ghenov) e uma abstencao (Bernardo de Alvarenga).


8ª Legislatura Editar

Dez/2003 - Abr/2004

Em 15 de Dezembro de 2003, Bernardo de Alvarenga (CMP) eleito para Primeiro-Ministro Antônio Nunes Vidal (CMP) eleito para Primeiro-Orador

Oradores: Daniel Lunardi, Henrique Rabelo, Bernardo de Alvarenga, Igor Ravasco, Antonio Vidal, Bruno Cava, Jose Siqueira, Andresa Deoclidia

http://groups.yahoo.com/group/pas-parlamento/message/22

9ª Legislatura Editar

Apr 8, 2004 Felipe Aron (AFP/Sloborskaia), Erick Martins (AFP/Sloborskaia), Viktor Martins (AFP/Sloborskaia), Filipe Augusto Sales (CMP-Inverness), Henrique de Siqueira Guida (CorPas-Efaté) e Juliana Benedetti (CMP-Icária) http://groups.yahoo.com/group/pas-parlamento/message/505

May 10, 2004 Felipe Salles renunciou PM http://groups.yahoo.com/group/pas-parlamento/message/592


10ª Legislatura Editar

Dec 28, 2004 EMPOSSAR os Oradores homologados pelo Conselho de Togados: 1. Guilherme Fernando Pagel - CorPas-Inverness 2. Livio Paes Vilela - CorPas-Efaté 3. Melissa Cozono - CMP-Icária 4. Peter Selke - CMP-Icària 5. Victor Martins - AFP/Sloborskaia

INVERNESS: Amanda Prina (CorPas), Daniel Caires (CorPas) e Guilherme Pagel (CorPas).

SLOBORSKAIA: Felipe Aron (AFP), Andre Cyranka (AFP) e Victor Martins (AFP).

EFATÉ: Livio Paes Vilela (CorPas), Henrique de Siqueira Guida (CorPas) e Thiago Arantes (CMP).

ICÁRIA: Melissa Cozono (CMP), Peter Selke (CMP) e Bernardo de Alvarenga (CMP).


http://groups.yahoo.com/group/pas-parlamento/message/1273


11ª Legislatura Editar

Mai/2005 - Set/2005

Apos drastica dissolucao pela Chanceleria de um inerte Parlamento, em 26 de Maio de 2005 sao eleitos:

Mauricio Javier Villacrez (Pacifica), Marisa Kazama (CMP Icaria) e António Nunes Vidal (CMP Icaria), Luis Fernando Martins (Efate).

http://groups.yahoo.com/group/pas-parlamento/message/1414

Em 3 de Junho de 2005, Marisa Miyuki Kazama (Icaria) é eleita Primeiro-Ministro, 4 votos, 100% (Mauricio Villacrez, Luis Fernando Martins, Marisa Kazama, Antonio Vidal).

Mauricio Villacrez é eleito Primeiro-Orador, 3 votos, 75% (Mauricio Villacrez, Antonio Vidal, Marisa Kazama), derrotando Luis Fernando Martins com 1 voto, 25% (Luis Fernando Martins). Antonio Vidal e' o Orador-Corregedor, e sua atuacao sera' constante nos meses seguintes.

O apartidarismo, o inicio da Constituinte, e debates envolvendo projetos de lei esbocados pelo Ministro da Justica Leonardo Fernandes sao a tonica desta legislatura.

Em 14 de Julho de 2005, o Togado Roger Moko recebe a mocao de confianca parlamentar por 4 votos, 100% (Mauricio Villacrez, Luis Fernando Martins, Marisa Kazama, Antonio Vidal).

Em 30 de Julho de 2005, a proposta de uma Comissao Constituinte para substituir a Assembleia Popular Constituinte e' rejeitada: 1 voto favoravel (Luis Fernando Martins), 2 votos desfavoraveis (Mauricio Villacrez, Antonio Vidal), 1 abstencao (Marisa Kazama).

Em 24 de Agosto, o Primeiro-Togado Daniel Caires e' destituido por inatividade, alcando Roger Moko ao posto de PT.


12ª Legislatura Editar

Set/2005 - Fev/2006

Em 26 de setembro de 2005 sao eleitos:

Por Icária – Peter Selke (CMP Icaria) e Marisa Kazama (CMP Icaria); por Èfaté – Henrique Rabello (apartidario) e Luís Fernando Martins (apartidario); por Cenit (Pacífica) – Fábio Pedro Racoski (apartidario)

http://groups.yahoo.com/group/pas-parlamento/message/1645

Henrique Donato Rabelo é eleito Primeiro-Ministro, 5 votos, 100% (Fabio Racoski, Henrique Rabelo, Marisa Kazama, Peter Selke, Luis Fernando Martins)

Peter Selke é eleito para Primeiro-Orador, 4 votos, 100% (Fabio Racoski, Henrique Rabelo, Marisa Kazama, Luis Fernando Martins)

A Legislatura comecou com a votacao, em carater de urgencia, do Tratado preparado pela Chancelaria relacionado aa oficializacao da secessao do Cantao de Sloborskaia. O Tratado previa plebiscitos em Pasargada e Sloborskaia para tornar oficial a separacao.

Em meio a uma sonolenta Constituinte, em 7 de Novembro o PM Henrique Rabelo renuncia, citando "falta de tempo suficiente, devido ao corrido tempo de vestibulando". Para cumprir a vacancia, assumiu o Governo o Primeiro-Orador Peter Selke e candidataram-se a PM os Oradores Marisa Kazama e Fabio Racoski.

Em 7 de Dezembro, Fabio Racoski foi eleito com 3 votos, 75% (Henrique Rabelo, Peter Selke, Fabio Racoski), derrotando Marisa Kazama com 1 voto, 25% (Marisa Kazama).

O novo Primeiro-Ministro assumiu pedindo eleicoes suplementares para o cantao de Inverness, citando inatividade parlamentar, e defendendo uma reforma cantonalista. Em 17 de Dezembro Rafael Figueira e' eleito Orador por Inverness com 1 voto. Com a renuncia de Peter Selke ao posto de Primeiro-Orador, Rafael Figueira candidata-se a vaga e e' eleito com 3 votos, 100% (Fabio Racoski, Rafael Figueira, Peter Selke).

13ª Legislatura Editar

Mar/2006 - Jul/2006

Em 9 de Marco de 2006 sao eleitos: Rafael Figueira (CMP Inverness), Fabio Racoski (Cenit) e Mauricio Villacrez (Cenit), Thiago Arantes (CMP Efate) e Tiago Valenciano (Efate), Daniel Lunardi (Icaria) e Thatiana Prata (Icaria).

Uma das vagas referentes a Inverness sera' preenchida via Eleicao Suplementar. http://groups.yahoo.com/group/pas-parlamento/message/1845

Em 23 de marco e' Rafael Figueira eleito para Primeiro-Orador. No mesmo dia, em apertada votacao, Fabio Racoski e' re-eleito Primeiro-Ministro com 3 votos (Tiago Valenciano, Mauricio Villacrez, Fabio Racoski), derrotando Daniel Lunardi com 2 votos (Rafael Figueira, Daniel Lunardi) e Thati Prata com 2 votos (Thiago Arantes, Thati Prata).

A 13a Legislatura aprovou um novo Regimento Interno, dando mais flexibilidade ao funcionamento do Parlamento, e aprovou a Emenda Constitucional #11, que implantou maioria simples para boa parte das decisoes ordinarias do plenario. Em 28 de Maio, a ex-candidata a PM Thati Prata renunciou ao seu cargo no plenario, abrindo espaco para outro apartidario icariano. Apesar da legislacao prever a substituicao de um apartidario por outro, a populacao icariana em peso pedia que Rubens Figueiredo (CLIP-Icaria) fosse nomeado substituto, nao deixando opcao para o Parlamento senao seguir a voz do povo.

A legislatura aprovou ainda a Emenda Legislativa 02.2006 sobre a Lei da Organização das Casas, que relaxou o criterio de criacao de casas politicas; e a Emenda Legislativa 01.2006 sobre a Lei dos Feriados Nacionais, que atualizou nomenclatura e restaurou o feriado de Natal.

Ficaram pendentes o projeto de lei eleitoral, e a proposta de emenda constitucional #12


14ª Legislatura Editar

Jul/2006 - Nov/2006

Em 16 de Julho de 2006 sao eleitos: Rubens Figueiredo (CLIP - Icária), Danielle Pessoa (CD - Icária), Mauricio Villacrez (Apartidário - Cenit), Fábio Pedro Racoski (Apartidário - Cenit), Rafael Figueira (CMP - Inverness), Fernando Taques (CD - Inverness), Marcos Ferreira (CMP - Éfaté) e Henrique Rabelo (CLIP - Éfaté).

Em 1 de Agosto, Rafael Figueira é eleito para Primeiro-Orador e Henrique Rabelo, Segundo-Orador. Rafael Figueira (Inverness - CMP) teve 5 votos (Marcos Ferreira, Fernando Taques, Danielle Pessoa, Rubens Figueiredo, Rafael Figueira), e Henrique Rabelo teve 2 votos (Henrique Rabelo, Fabio Racoski). Em votação paralela, Rubens Figueiredo e' eleito Primeiro-Ministro com 6 votos (Henrique Rabelo, Dani Pessoa, Rafael Figueira, Rubens Figueiredo, Marcos Ferreira, Fabio Racoski), e 1 abstencao (Fernando Taques).

No inicio da legislatura, o sempre polemico Fernando Taques (CD - Inverness) iniciou curto debate ao reclamar da falta de homogeneidade interna nas casas politicas, provocando polemica entre os Oradores. Em outro pronunciamento famoso, o orador invernesiano reclamou da estreita relacao entre os Ministros e os Oradores, numa semi-fusao entre o Legislativo e o Executivo. Alegando falta de tempo e de apoio, Fernando Taques renuncia aa cidadania pasargada mas retorna em menos de sete dias.

Em agosto e setembro, o Parlamento aprovou a Nova Lei Eleitoral, a Emenda Constitucional #12 (criando o foro privilegiado para Togados), e homologou a Convencao de Nova Corintho proposta pelo Chanceler Bernardo de Alvarenga. Todas as propostas foram aprovadas com seis votos, notando-se a ausencia de Dani Pessoa e Henrique Rabelo.

Em meados de setembro, Rubens Figueiredo propoe a Emenda Constitucional #13, determinando o fim do apartidarismo, e uma emenda legislativa alterando a lei eleitoral para adequa-la ao fim do apartidarismo.

Durante setembro, a ausencia de candidaturas a Chanceler forca o Segundo-Togado Leonardo Fernandes a declarar a vagatura da Chancelaria, forcando o Primeiro-Ministro Rubens Figueiredo a assumir como Chanceler, e o Primeiro-Orador Rafael Figueira a assumir como Primeiro-Ministro. A danca das cadeiras continua, com Henrique Rabelo assumindo como Primeiro-Orador e Marcos Ferreira como Segundo-Orador; a inatividade daque o obriga a pedir licenca deixando Marcos Ferreira como Primeiro-Orador, que por sua vez nomeia Fernando Taques como Segundo-Orador.

Entrementes, o Primeiro-Ministro pro-tempore Rafael Figueira propoe emenda aa lei eleitoral para permitir eleicoes complementares em caso de renuncias ou vagaturas.

15ª Legislatura Editar

Dez/2006 - Mar/2007 Em 16 de Novembro de 2006 são eleitos: Igor Ravasco (CMP-Efate), Henrique Rabelo (CLiP-Efate), Fabio Racoski (CLiP-Cenit), Mauricio Villacrez (CLiP-Cenit), Daniel Xisla (CLiP-Icaria), Danielle Pessoa (CD-Icaria), Guilherme Queiroz (CLiP-Inverness), e Fernando Taques (CLiP-Inverness).

Em 3 de Dezembro Mauricio Villacrez chega a Primeiro-Orador por ser o Orador mais antigo. A Mesa Diretora e' por ele nomeada: Henrique Rabelo para Segundo-Orador, e Dani Pessoa para Terceiro-Orador. Nao houve controvérsia. Apos rápida eleição onde havia apenas um candidato, Fabio Racoski foi eleito Primeiro-Ministro com seis votos favoráveis e duas abstenções (bancada da Casa Democratica). E' o terceiro mandato de Racoski, no que ja' se chama "Governo Fabio III"

A Legislatura começou devagar, sofrendo críticas da direcao democrata por causa do atrado clipense em anunciar seu ministério. No Parlamento, a única proposta foi a Emenda Constitucional #13, apresentada na legislatura anterior, e aprovada sem dificuldades ou discussões.

Por questões macro, Fábio Racoski viu-se forçado a renunciar no final do ano. O Parlamento, então, colocou o Primeiro-Orador Mauricio Villacrez temporariamente à frente do Governo.

Villacrez coordenou o governo durante o fim de Dezembro, época reconhecidamente sem muita atividade devido aos festejos de fim de ano. Durante este periodo, o jovem Orador Daniel Xisla, CLIP-Icaria, novato no Parlamento e em Pasárgada, anunciou sua candidatura a Primeiro-Ministro. Mais uma vez, a eleição resultou em seis votos favoráveis e uma abstenção (bancada da Casa Democrática, com a ausencia de Danielle Pessoa).

Daniel Xisla foi empossado mas não se pronunciou durante duas semanas, deixando o governo literalmente acéfalo. Foi preciso o pedido de votação de Moção de Desconfiança por parte do Orador Fernando Taques, CD-Inverness, para que houvesse alguma ativação.

No dia seguinte, após o pedido chegar ao Parlamento, o Primeiro-Ministro Daniel Xisla se pronunciou à nação pela primeira vez, declarando seu retorno à atividade plena. Xisla acrescentou que quer "usar o cargo para se tornar um instrumento de crescimento, ser uma alavanca para aqueles que queiram desenvolver seus projetos visando um futuro melhor para nossa amada Pasargada além é claro, propor caminhos para o crescimento". A reacao do PM fez o Orador Taques voltar atrás em seu pedido de mocao.

O período conturbado não ficou por aí. Após a aprovação de uma muita questionada emenda constitucional (que colocou o espanhol como língua oficial de Pasárgada ao lado do português), o Primeiro-Orador Maurício Villacrez renunciou. Com a impossibilidade do Segundo-Orador Daniel Xisla (por este ser o Primeiro-Ministro), assume como PO a Oradora Danielle Pessoa da Casa Democrata.


16ª Legislatura Editar

Mar/2007 - Jul/2007


Em 26 de Março de 2007, o Segundo-Togado e Presidente da Junta Eleitoral Leonardo Fernandes anunciou o resultado das eleições. Em Éfatè foram eleitos Felipe Aron(CD), 3 votos, 75.00%, e Felipe Gelme(CD), 1 votos, 25.00%. Em Inverness foram eleitos Fernando Taques(CD), 3 votos, 60.00%, e Rafael Figueira(CD), 2 votos, 40.00%. Em Cenit foi eleito o candidato único L. L. Antonini(CLIP), 2 votos, 100.00%. E por Icária foram eleitos António Nunes Vidal(CLIP), 5 votos, 62.50% e Danielle Pessoa(CD), 3 votos, 37.50%. O Segundo-Togado determinou ao Parlamento que desse posse aos novos Oradores imediatamente.

O resultado das eleições sepultou a venerável Casa Mundo Pasárgado que, pela primeira vez em varios anos, não elegeu nenhum Orador, e lançou à maioria a novíssima Casa Democratica. No cômputo geral, a CD recebeu 12 votos, e a CLiP recebeu 7 votos, o que para a CLiP representou uma nítida redução em relação à votação anterior.

No dia seguinte, a Primeira-Oradora cessante Danielle Pessoa deu por iniciada a Sessão Constitutiva, abrindo espaço às candidaturas para Primeiro-Ministro e para a Mesa Diretora do Parlamento. Inscreveram-se como candidatos a Primeiro-Orador Rafael Figueira (Inverness-CD) e António Vidal (CLiP-Icaria), e para Primeiro-Ministro Fernando Taques (Inverness-CD).

Em 9 de Maio, Felipe Aron anunciou seu desligamento da Casa Democrata, acarretando sua saida do Parlamento e deixando uma vaga de [Efate|Èfatè] em aberto.


17ª Legislatura Editar

Jul/2007 - Jan/2008


18ª Legislatura Editar

Fev/2008 - Mai/2008

Em 15 de janeiro de 2008, o Chanceler Comunitário, devido à inatividade do Conselho de Togados após a recente crise institucional, anunciou o resultado das eleições. Em Èfatè não foram eleitos Oradores. Em Inverness foi eleito o Sr. Yuri Ghenov (CLiP), 2 votos, 100.00%. Em Cenit foram eleitos os Sr. Anderson dos Santos Paiva (CLiP) e Sr. Anderson Greghi (CLiP), ambos com 1 voto cada, perfazendo uma porcentagem de 50.00%. E por Icária foi eleito o Sr. António Nunes Vidal(CLIP), com 3 votos, 100.50%. O Chanceler Comunitário, Sr. Rubens Figueiredo, determinou ao Parlamento Comunitário que desse posse aos novos Oradores, imediatamente.

O resultado das eleições representou fielmente a crise institucional comunitária. Apenas a Casa Livre de Pasárgada conseguiu eleger Oradores, sepultando qualquer resquício de oposição da venerável Casa Mundo Pasárgado que, mais uma vez, não elegeu Orador algum. No cômputo geral, a CLiP recebeu 7 votos, de um universo de 17 eleitores.

Imediatamente, o Primeiro-Orador cessante, Sr. Anderson dos Santos Paiva deu por iniciada a Sessão Constitutiva, abrindo espaço às candidaturas para Primeiro-Ministro e para a Mesa Diretora do Parlamento. Inscreveram-se como candidatos a Primeiro-Orador o Sr. Anderson dos Santos Paiva (Cenit-CLiP), e António Nunes Vidal (CLiP-Icaria), e para Primeiro-Ministro o Sr. Yuri Ghenov (Inverness-CLiP). A composição da Mesa Diretora configurou-se assim: Primeiro-Orador Anderson dos Santos Paiva, Segundo Orador Anderson Greghi, Orador-Corregedor António Nunes Vidal, sendo o representante do governo o Primeiro-Ministro Comunitário o Sr. Yuri Ghenov.

Tão logo a Mesa-Diretora tomou posse, e empossou o Primeiro-Ministro Comunitário, já comunicou à comunidade a abertura de processo eletiva às vagas remanescentes, de um total de quatro cadeiras, sendo duas por Èfatè, uma por Inverness e uma por Icária.

Logo no primeiro mês de mandato, o Parlamento Comunitário já trabalhava a pleno vapor, e aprovou dois projetos legislativos, de autorida da Chancelaria Comunitária, e emendados pelo Orador Yuri Ghenov.


19ª Legislatura Editar

Jun/2008 - Set/2008

Em 08 de Junho de 2008, o Conselho de Togados proclamou o resultado das eleições.

Foram eleitos:

Cenit Anderson Paiva/CliP e Bruno Cava/CorPas

Éfaté Felipe Aron/CorPas e Filipe Sales/CorPas

Icária Anderson Greghi/CliP e Rubens Figueiredo/CliP

Inverness André Cyranka/CorPas e Leandro Luiz/CorPas